Grupo RL

Notícias na General Osório

Listando: 1 à 5 de 1205
FABRICANTE NORTE-AMERICANA PATENTEIA DESIGN DE MOTO FECHADA

Lightning Motorcycles registra desenho de moto em que piloto fica totalmente coberto; ideia é semelhante à de trike desenvolvida por startup da Lituânia

Pode parecer um tanto esquisito, mas o desenho acima representa um projeto de moto. A Lightning Motorcycles, empresa norte-americana de motos elétricas, registrou uma patente de moto fechada, na qual o piloto ficaria protegido por uma carroceria.

A patente foi registrada na China e não há mais detalhes sobre o projeto. As imagens não esclarecem, por exemplo, como o piloto se manteria equilibrado com a moto parada.

O projeto é diferente Trike (fotos abaixo), que vem sendo desenvolvida pela AKO, uma startup da Lituânia que trabalha em um modelo com duas rodas na dianteira. O protótipo da AKO ainda não chegou ao mercado mas já saiu do papel, diferente da patente registrada pela Lightning Motorcycles.

A startup até divulgou detalhes técnicos da Trike, movida por a energia elétrica e superando os 270 cv de potência, além de possuir autonomia superior a 300 quilômetros com uma carga.

Ainda segundo a AKO, a Trike possui itens de segurança como cinto de quatro pontos e airbags na dianteira e nas laterais. No site da startup não há data de lançamento e nem preço estimado para o modelo.

Será que projetos como o patenteado pela Lightning Motorcycles e o que vem sendo desenvolvido pela AKO vão vingar e são o futuro? Bom, precisaremos esperar para ver o que acontece.

MOTO RARA: MV AGUSTA REVELA VERSÃO ÚNICA DA BRUTALE 1000 RR

A MV Agusta Brutale 1000 RR é uma streetfighter das mais agressivas disponíveis no exterior. O modelo foi um dos destaques na apresentação da linha 2020 da fabricante e em 2019 ganhou uma série especial, a Serie Oro, limitada a 300 unidades.

A streetfighter é equipada com um quatro cilindros em linha de 998 cm³ de cilindrada, que na versão de produção alcança 210 cv de potência a 13 mil giros e torque máximo de 11,87 kgf.m a 11 mil giros. Na Serie Oro, a mesma configuração entrega 215 cv de potência máxima a 13.600 giros e torque de 11,7 kgf.m a 9.300 rotações por minuto.

Se a Serie Oro já era para poucos, imagine uma versão apenas com uma unidade para o mundo todo. Foi o que a MV Agusta revelou com a Brutale 1000 RR Blue & White M.L. que, sim, será única. A fabricante ainda não divulgou que configuração de motor equipa a edição, mas explicou que a pintura do modelo é inspirada em outras versões especiais feitas pela marca.

A grande inspiração foi a Brutale 910R Italia, edição especial feita pela fabricante em homenagem o título conquistado pela seleção italiana de futebol na Copa do Mundo de 2006 - jogadores e comissão técnica ganharam uma unidade cada. Há muitos detalhes em dourado, como nas rodas, parte do chassi e na balança.

A MV Agusta não divulgou a ficha técnica da Brutale 1000 RR Blue & White M.L., mas por se tratar de uma moto única é de se imaginar que o pacote eletrônico deve incluir itens como controle de tração, controle de largada, quickshifter bidirecional e modos de pilotagem.

Preço? A fabricante italiana não divulgou o valor da Brutale 1000 RR Blue & White M.L., que será entregue ao comprador com o certificado 001/001, comprovando que é uma moto que nenhum outro proprietário terá no mundo.

HARLEY-DAVIDSON SOFTAIL FXDR 114 GANHA EDIÇÃO LIMITADA

Com 30 exemplares, modelo chega apenas ao Reino Unido e Irlanda. No entanto, você sempre pode ter sugestões interessantes para customização por aqui

Novidade exclusiva para o continente europeu, por aqui ao menos você pode dar uma espiada para quem sabe ter algumas ideias interessantes de customização de sua própria Harley-Davidson Softail FXDR 114, modelo comercializado a partir de R$79,9 mil.

Mesmo com poucas mudanças, a Limited Edition apresenta uma pintura mais esportiva criada pela Image Design Custom, composta pelo preto, branco e dourado claro fosco (predominante) para manter o equilíbrio, além do emblema Harley-Davidson e menção de edição limitada.

O preto metálico no filtro de ar e ponteira de escape realçam seu poder. Na parte traseira, que remete o seu espírito esportivo foram introduzidas faixas em preto, assim como na carenagem dianteira, ambas as partes com sutil filete. O equipamento em destaque é o guidão posicionado mais acima que o original, com formato mais plano, curto e com novas barras de suporte, fiações e cabo de embreagem mais longos.

Inspirada na esportividade das motocicletas de arrancada, a musculosa H-D atrai uma clientela mais diferente da tradicional, menos interessada nos cromados.

Na terra da rainha o valor é de 18,3 mil libras esterlinas (cerca de 123 mil reais em maio de 2020), 500 libras a mais que o valor do modelo original. O motor é o poderoso Milwaukee-Eight 114, V-Twin de 1.868 cc. que gera até 16,32 kgf.m já aos 3.500 rpm, igual ao original e o peso é de 303 quilos pronta para rodar. Destaque para o pneu traseiro com largura de 240 mm e assento com apenas 72 cm de altura do solo.

Mesmo que não aporte por aqui, nas concessionárias da marca é possível através de catálogos com inúmeras peças e acessórios fazer a sua própria customização, para deixar a moto do seu jeito.

ROYAL ENFIELD ADIA LANÇAMENTO DA METEOR 350 PARA JUNHO

Originalmente prevista para abril, sucessora da Thunderbird 350 teve estreia adiada devido à paralisação forçada pela pandemia do novo coronavírus

A Royal Enfield, assim como outras fabricantes de motos ao redor do mundo, teve de suspender temporariamente as atividades das fábricas devido à pandemia do novo coronavírus. A Índia impôs um severo lockdown em todo o território por um período e agora começa, aos poucos, a retomar as atividades.

A paralisação, no entanto, atrasou alguns planos da Royal Enfield, como o lançamento da Meteor 350. A sucessora da Thunderbird 350 tinha como previsão de lançamento o mês de abril, o que acabou não se confirmando.

Segundo a imprensa indiana, a nova data de lançamento para a novidade, com o propulsor já atendendo à norma BS6 de emissão de poluentes - válida na Índia, a norma é equivalente à Euro5 - é junho deste ano.

Ainda de acordo com a imprensa indiana, a Meteor 350 deve chegar ao mercado local custando o equivalente a US$ 2.220, aproximadamente R$ 12.200 em conversão direta.

MV AGUSTA RUSH 1000: BANHO DE TECNOLOGIA EM SÉRIE ESPECIAL

Modelo será limitado a 300 unidades e lançamento previsto para junho

A MV Agusta Rush 1000, série especial limitada a 300 unidades, já tem previsão de lançamento na Europa: junho deste ano. A versão especial da streetfighter italiana será para poucos, mas esses poucos terão em mãos uma motocicleta potente e recheada de recursos eletrônicos.

O quatro cilindros em linha de 998 cm³ desenvolve quase 211 cv de potência máxima a 13 mil giros, com torque máximo de 11,9 kgf.m a 11 mil rotações por minuto. Isso sem o pacote especial Rush Racing Kit, que inclui ponteira de escape de titânio com cobertura de fibra de carbono, cobertura do assento do garupa em fibra de carbono e uma ECU (central eletrônica) retrabalhada, que eleva a potência máxima a praticamente 215 cv.

Na eletrônica, a Rush 1000 traz controle de tração em oito níveis, controle de largada, anti-wheelie e quickshifter bidirecional, além de suspensão eletrônica da Öhlins.

As pinças do freio dianteiro são Brembo Stylema, componentes topo de linha da fabricante italiana de peças para freios. O peso seco da Rush 1000 é de 186 quilos. A velocidade máxima, segundo a MV Agusta, supera os 300 km/h.

Tanta tecnologia e desempenho, evidentemente, tem um preço: A MV Agusta Rush 1000 tem preço estimado na Grã-Bretanha em £ 29.680, o equivalente a R$ 209.320 em conversão direta. O pacote Rush Racing Kit acrescenta mais £ 2.600, cerca de R$ 18.280.

Listando: 5 de 1205

Anuncie

Sobre o Portal da General Osório

O Portal da General Osório foi lançado em 01 de janeiro de 2002, tendo como objetivo principal a divulgação de empresas e produtos comercializados na região da rua General Osório (boca das motos) no centro da cidade de São Paulo, focando-se principalmente em produtos voltados para a área de Motociclismo.